Foto de Jack Sparrow no Pexels

Dicas para a relação sexual não cair na rotina durante a pandemia

O efeito da quarentena para casais que passam muito tempo juntos ou que estão há muitos anos na mesma relação pode ser mais intenso.

Por conta da quarentena causada pela pandemia do novo coronavírus, casais estão tendo suas rotinas radicalmente mudadas. Convivendo por muitas horas, o que pode causar impactos em suas vidas sexuais. É comum esses casais sentirem seu relacionamento esfriar.

Primeiramente, precisamos entender que uma relação não pode ser baseada apenas no sexo. O casal precisa aproveitar esse, maior, tempo juntos e conversar mais. É preciso se se reconquistarem novamente, e isso também pode incluir algumas surpresinhas sexuais, fantasias ou fetiches que não são realizadas há muito tempo.

Se em uma rotina normal é fácil o sexo cair na rotina, imagina em situações como a que estamos vivendo, que a melhor maneira de prevenção é ficar isolado, evitando confraternizações. Nessas situações o segredo é inovar e surpreender. Se antes o casal transava mais na cama, optem hoje pelo sofá, amanhã experimentem a cozinha, depois a varanda, outro dia ir a um motel e por aí vai. Testar posições novas também aguça os sentidos e de quebra ajuda a experimentar novas formas de prazer.

Fazer algo diferente faz com que o nosso cérebro se coloque em uma situação desconhecida e assim se interesse pelo novo, ainda mais quando o novo provoca excitação e desejo.

Para os pais com filhos pequenos, o melhor a fazer é adaptar uma nova rotina, inclusive para o horário de sono das crianças. Assim, mesmo com todos em casa o casal consegue se curtir.

“Para os casais que estão passando por isolamento em locais diferentes vale investir nas conversas por vídeo chamada, não é a mesma coisa, mas ajuda a amenizar a distância, mensagens picantes, fotos sensuais. O lema é manter aceso o desejo pelo outro”, sugeriu.

Os tempos difíceis vão acabar, é importante investir em quem amamos e manter a relação forte e empolgante.

Foto de Jack Sparrow no Pexels

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *